(11) 96403-7620 (11) 4408-6149 (11) 94779-0308 (11) 99577-5012

Como conversar com o filho dependente de drogas e auxiliar na recuperação

09/11/2021

Como conversar com o filho dependente de drogas e auxiliar na recuperação

A maioria dos usuários de drogas não reconhece que são dependentes, pois acham que podem parar de usar a substância quando quiserem.

Familiares e amigos sofrem ao estabelecer estratégias em como ajudar o dependente químico e fazer com que ele reconheça que precisa de tratamento adequado. Quando falamos de filhos então, é compreensível que os pais tenham muitas dúvidas sobre como agir nessa situação.

Por isso, hoje trazemos dicas fundamentais para dar suporte aos pais que tem filhos dependentes que acham que não precisam de ajuda.

A conversa deve ser feita em um lugar calmo

Sabemos que é difícil ter calma nessas horas, mas é importante estabelecer com seu filho dependente, uma relação de proximidade, confiança e segurança.

Por isso, procure um momento a sós para conversar e oferecer apoio e ajuda que ele precisa.

É importante não se colocar em lugar de “ajudante”, demonstrando conivência com as escolhas ruins que ele fez, mas sim oferecer um diálogo franco, que faça com que o dependente entenda sobre os impactos do vicio e reconheça que sua ajuda é muito necessária.

Por isso, se prepare antes dessa conversa. Reúna todas as informações que puder sobre o vicio, para saber como conversar e conscientizar o dependente sobre os perigos que ele corre.

Você pode escolher um local publico para essa conversa, como um café ou uma lanchonete, pois essa conversa é difícil e desconfortável para as duas partes.

Apresente suas preocupações fundamentadas em dados que você pesquisou com clareza, e mostre situações em que o vicio tenha causado problemas. Deixe claro que, caso o dependente resolva se tratar, você estará lá para ajudá-lo.

Se houver possibilidade de conflito nessa conversa, leve um mediador para fazer parte, alguém neutro, mas que seja uma pessoa confiável, que as vezes não tenha tanto envolvimento emocional pode dar certo.

Crie uma estratégia, usando as palavras certas

É imprescindível que acusações e julgamentos não sejam feitos, e por isso fique atento ao seu modo de falar.

Palavras negativas podem piorar ainda mais a convivência e fará com que o dependente não tenha mais confiança em você.

Busque palavras de incentivo e demonstre atitudes positivas, evitando brigas e conflitos. Não significa compactuar com os erros, mas sim ganhar a confiança, que é primordial em uma conversa como essa.

Para muitas famílias é muito difícil descobrir que a pessoa é dependente, e o primeiro impulso é querer assumir o controle, impor castigos, fazer com que ela não saia mais de casa.

Esse tipo de reação faz com que a pessoa se afaste, e contribui ainda mais para que ela continue a usar drogas.

Buscar ajuda médica é necessário nesses casos também, pois as drogas afetam o organismo de forma severa. Um médico especializado poderá propor o uso de medicamentos e encaminhar o paciente a uma clínica de recuperação, para que ele tenha o tratamento adequado para o seu tipo de problema.

O tratamento em clínica de recuperação é individualizado, onde cada dependente recebe os cuidados necessários para o seu tipo e grau de dependência.

Para saber mais como agir nessas situações, conte com o Grupo Aguiar para ter o atendimento especializado que você procura.

Blog

Aceitamos todos os planos de saúde

Convênio para tratamento da dependência química

Este site usa cookies do Google para fornecer serviços e analisar tráfego.Saiba mais.