(11) 96403-7620 (11) 4622-2996 (11) 94779-0308 (11) 99577-5012
Dependência química de álcool

Dependência química de álcool


O álcool é uma droga lícita e o seu consumo é permitido pela sociedade a maiores de idade. Porém, o consumo excessivo pode levar à dependência, ou alcoolismo, como também é chamado.

O alcoolismo é uma doença comum em nossa sociedade, mas nem sempre é reconhecido como doença. As pessoas têm dificuldade em perceber quando o excesso de álcool se torna um transtorno, principalmente pelo fato de não ser uma droga ilegal.

Continue fazendo a leitura para entender as causas, sintomas e algumas consequências desse transtorno. Confira!

Quais são as causas da dependência de álcool?

Ainda não existe uma causa confirmada para o alcoolismo, nem se sabe o porquê de algumas pessoas beberem bastante e não se tornarem dependentes, enquanto outras, em apenas um único contato com a bebida, já se tornam alcoolistas.

No entanto, a dependência de álcool é uma doença crônica multifatorial, o que significa que diversos fatores contribuem para o seu desenvolvimento, como a quantidade e frequência do uso da substância, as condições de saúde do usuário, além de fatores ambientais, genéticos e psicossociais.

Quais são os indícios de dependência do álcool?

Os indícios mais comuns que caracterizam uma dependência de álcool são:

  • Dificuldade em controlar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Fissura;
  • Beber logo pela manhã;
  • Alterações bruscas de humor;
  • Problemas financeiros;
  • Ansiedade e agitação;
  • Depressão e sentimento de tristeza;
  • Distúrbios do sono;
  • Distúrbio alimentares;
  • Problemas de relacionamento entre amigos, colegas de trabalhos e familiares;
  • Pensamentos suicidas;
  • Alucinações ou psicoses;
  • Mania de perseguição;
  • Abstinência;
  • Entre outros.

O consumo de álcool também está ligado a casos de violência, brigas, abusos, péssimo rendimento escolar, profissional, etc.

E, além disso, há também o risco de que um alcoolista acabe se colocando em perigo quando está sob o efeito da substância, como dirigir embriagado e sofrer um coma alcoólico, o que pode à morte.

Tratamento para dependência do álcool

Assim como qualquer outra doença, a dependência do álcool precisa de tratamento para que o alcoolista aprenda a conviver sem a bebida. Este tratamento consiste em diferentes etapas que são planejadas após uma avaliação que o médico faz no dependente.

Algumas delas são: desintoxicação, acompanhamento com psicólogo, psiquiatra, terapeuta, nutricionista, preparador físico, grupo de apoio, terapia familiar, medicação, entre outras.

A Clínica Grupo Aguiar possui um tratamento personalizado, especialmente focado no paciente e em sua relação com a doença.

Ao planejarmos o tratamento, todos os aspectos são levados em consideração, mesmo os pequenos detalhes, pois eles poderão influenciar de forma positiva ou negativa na recuperação do paciente.

Se você conhece alguém que aparenta ter problemas em controlar o consumo de álcool, procure a unidade da Clínica Grupo Aguiar mais próxima e entre em contato para conhecer mais sobre como funciona o tratamento.


Blog

Quais as consequências da dependência química

Quais as consequências da dependência química

A dependência química gera problemas para o individuo que não consegue parar de consumir substâncias que fazem mal ao organismo

Alcoólatras: Tipos de tratamentos e clínicas de recuperação

Alcoólatras: Tipos de tratamentos e clínicas de recuperação

O alcoolismo é um problema grave que preocupa a saúde publica, pois o vicio em álcool é uma doença séria, e não deve ser rotulado como um probl

Dependência química: tipos, sintomas e melhores tratamentos

Dependência química: tipos, sintomas e melhores tratamentos

A pessoa que sofre de dependência química tem uma necessidade incontrolável de usar um tipo de substancia, utilizando de forma compulsiva, e acaba

Internação involuntária para o tratamento do crack

Internação involuntária para o tratamento do crack

O vicio no crack é um dos mais preocupantes, pois compromete o ato de comer, beber e dormir. Mesmo no início do uso, as alterações físicas e comp