(11) 96403-7620 (11) 4408-6149 (11) 94779-0308 (11) 99577-5012

Clínica de reabilitação: o que é, e como escolher as melhores clínicas de São Paulo

15/02/2022

Clínica de reabilitação: o que é, e como escolher as melhores clínicas de São Paulo

Quando o uso de drogas ou álcool se torna intenso, a ponto da pessoa perder suas capacidades e sua noção do que é certo ou errado, é hora de pensar em uma clínica de reabilitação.

Um tratamento bem sucedido em uma clínica ajuda o paciente a se recuperar totalmente e a seguir com a vida normal.

Muitas clínicas trabalham para reabilitar pessoas que sofrem de dependência de drogas e doenças causadas pelo seu uso frequente.

O tempo de recuperação em uma clínica de reabilitação pode variar de uma pessoa para a outra, para alguns é mais rápido, para outros nem tanto.

Também deve-se pensar que a dependência química é um distúrbio crônico, que corre risco de recaída, e fazer um tratamento apenas uma vez pode não ser o bastante.

Como lidar com a abstinência

A abstinência é o primeiro desafio que o dependente químico enfrenta na clínica porque antes de mais nada é preciso livrar o corpo da substância química.

Muitos pacientes reagem de forma violenta, com comportamento agressivo, perda de apetite ou ganho e perda de peso.

Junto com a abstinência, há vários fatores psicológicos que podem contribuir para que o paciente sofra no começo da reabilitação, como a baixa autoestima e a falta de perspectivas em relação à vida.

Por isso as terapias são grandes aliadas no processo de reabilitação. Além disso, também é necessário manter os pacientes afastados de pessoas e lugares que possam piorar o vício.

Às vezes fazer o tratamento em outra cidade pode ser uma boa alternativa para que o paciente saia da sua rotina e do círculo social que contribui para o seu vício.

As clínicas de reabilitação devem ser multidisciplinares pois acabam lidando com outros problemas do dependente, relacionados à ansiedade e ao estresse, além de outras condições como TOC, distúrbios alimentares e também o vício em jogos.

Em algumas clínicas de reabilitação, os pacientes precisam se limpar e cozinhar suas próprias refeições. Isso contribui para o tratamento, pois algumas clínicas até possuem algumas instalações de lazer, mas esse não é o foco.

O acesso a telefones celulares não é permitido principalmente na primeira semana enquanto o cliente estiver se adaptando. Depende de cada clínica.

A clínica deve ser composta de médicos, psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, terapeutas e coordenadores e algumas oferecem além desses profissionais.

Algumas clínicas oferecem terapia para a família, com o intuito de restabelecer os laços dos pais e irmãos depois de tanto sofrimento, perdas e danos.

Pós-tratamento

A internação é o primeiro passo, mas é importante saber que o tratamento continua após a internação.

Isso porque após a desintoxicação, é possível que surjam doenças ou distúrbios psicológicos que antes não eram aparentes, mas contribuíram bastante para o vício.

É papel da família incentivar o paciente a participar de grupos de autoajuda, pois eles são importantes para troca de experiências e auxiliam na reabilitação.

Um dependente químico se identifica com as experiências e partilhas do seu igual, um ajudando o outro, e assim todos se sentem amparados e compreendidos. 

Blog

Aceitamos todos os planos de saúde

Convênio para tratamento da dependência química

Este site usa cookies do Google para fornecer serviços e analisar tráfego.Saiba mais.