(11) 96403-7620 (11) 4622-2996 (11) 94779-0308 (11) 99577-5012

Dependência química: tipos, sintomas e melhores tratamentos


Dependência química: tipos, sintomas e melhores tratamentos

A pessoa que sofre de dependência química tem uma necessidade incontrolável de usar um tipo de substancia, utilizando de forma compulsiva, e acaba sofrendo com distúrbios mentais e físicos.

O comportamento dela se altera, causando mudanças negativas na rotina, e também na das pessoas ao seu redor. A longo prazo, a dependência química pode ser fatal ou favorecer o surgimento de diversas sequelas.

Essa doença tem cura, se informando corretamente, é possível conhecer as causas, consequências e sintomas desse mal, como também os melhores tratamentos. Vamos lá?

 

Tipos de dependência química

Os tipos de dependência química são pelo álcool, por abuso de remédios ou por uso de drogas ilícitas.

As drogas sintéticas, que são as que são produzidas em laboratório tem um maior potencial de causar dependência e prejuízo para quem as usa. É o caso da LSD, anfetaminas e do ecstasy. Existem também as drogas semissintéticas, que são produzidas em laboratório, a partir de entorpecentes naturais, no caso a cocaína, e o crack. Cada sintoma depende da droga que foi consumida.

Considerada uma doença crônica que pode ser tratada, a dependência química faz com que a pessoa apresente mudanças de comportamento, que fazem o organismo se adaptar a droga.

De acordo com pesquisas realizadas, aproximadamente 4,8% da população adulta do planeta utiliza drogas ilícitas. Essa doença, no entanto, não tem nada a ver com falta de caráter, ausência de força de vontade ou mau comportamento.

 

Sintomas

Dependendo da droga que foi utilizada, diferentes sintomas podem surgir:

 - Maconha: trata-se de uma droga alucinógena, responsável por alterar a percepção de quem utiliza. A pessoa fica confusa e desordenada. É considerada uma droga leve, mas conta com agentes causadores de câncer e pode levar a dependência.

 - Cocaína: a pessoa fica com sensação de constante prazer, e por isso faz uso da droga com frequência. É a mais poderosa em termos de efeitos colaterais.

 - Crack: é um subproduto da cocaína, e considerada uma das drogas mais perigosas que existem. Tem baixo custo, fazendo com que sua acessibilidade seja maior.

O uso das drogas provoca bem-estar e felicidade, assim a pessoa fica com vontade de usá-la novamente. Porém o uso repetitivo causa efeitos nocivos a saúde e a vida do usuário como um todo.

 

Tratamentos

A dependência química pode ser controlada da mesma maneira que doenças desse tipo, como a diabetes. Se o dependente químico tiver uma recaída, vai voltar a usar o mesmo tipo de droga, e pode ser que ainda com mais frequência, por isso o tratamento deve ser uma prevenção a essas recaídas, e ter um forte apoio psicológico.

As etapas do tratamento são: internação, nos casos necessários, desintoxicação, que pode durar de 15 dias a um mês, e acompanhamento psicológico, para que a pessoa tenha consciência e não utilizar mais as substancias. É feito também um tratamento psiquiátrico e médico, para que sejam dosados os tipos de remédios aplicados nas pessoas, lembrando que o tratamento tem que ser realizado de acordo com as necessidades do paciente.

O Grupo Aguiar conta com uma equipe multidisciplinar, preparada para receber e acolher o individuo, auxiliando-o para reintegrar em sociedade. Entre em contato com uma unidade do Grupo e fale conosco!


Blog

Quais as consequências da dependência química

Quais as consequências da dependência química

A dependência química gera problemas para o individuo que não consegue parar de consumir substâncias que fazem mal ao organismo

Alcoólatras: Tipos de tratamentos e clínicas de recuperação

Alcoólatras: Tipos de tratamentos e clínicas de recuperação

O alcoolismo é um problema grave que preocupa a saúde publica, pois o vicio em álcool é uma doença séria, e não deve ser rotulado como um probl

Dependência química: tipos, sintomas e melhores tratamentos

Dependência química: tipos, sintomas e melhores tratamentos

A pessoa que sofre de dependência química tem uma necessidade incontrolável de usar um tipo de substancia, utilizando de forma compulsiva, e acaba

Internação involuntária para o tratamento do crack

Internação involuntária para o tratamento do crack

O vicio no crack é um dos mais preocupantes, pois compromete o ato de comer, beber e dormir. Mesmo no início do uso, as alterações físicas e comp